Leal conselheiro e Livro da ensinança de bem cavalgar toda sella, escritos pelo senhor Dom Duarte ...: fielmente copiados do manuscrito da Bibliotheca real de Paris (Google eBook)

Copertina anteriore
na typographia Rollandiana, 1843 - 454 pagine
1 Recensione
  

Cosa dicono le persone - Scrivi una recensione

Nessuna recensione trovata nei soliti posti.

Pagine selezionate

Brani popolari

Pagina 81 - E outros vêem daquellas cousas que a homem praz que sejam, e algúus com tal lembrança que traz prazer e nom pena. E em casos certos se mestura com tam grande nojo, que faz ficar em tristeza. E...
Pagina 2 - ... guardandosse de pecados e outros falicimentos; e desi por alguus desta pequena leitura se poderem prestar, acrecentando em suas bondades com leixamento de...
Pagina 1 - Eduarte, pella graça de deos Rey de Portugal e do Algarve e Senhor de Cepta, a rrequerimento da muyto excellente Reynha dona Leonor, sua molher.
Pagina 325 - Pera saber quantas oras som ante ou despois da mea noite, e quanto ante manhâ. En voici un passage: ,,e quando a primeira e mais chegada guarda chegar a cada huû destes lugares, ally he mea noite segundo os tempos em ella devysados ; e quanto mais passar ou minguar, per ally julgue quanto he mais aaquem ou aalem da mea noite, e saiba que de lynha a lynha ha tres oras, e de ponto a ponto ha hua, e de quinze dias passa hua ora e no mez duas.
Pagina 297 - A barca fraca, podre, rota, o estado dos pecados he, e da maa e corrupta e des(s)oluta vyda, em tal estado assy como em barca podre nom pode com segurança e sem perigoo as tormentas da presente vyda passar, nem a porto de folgança e desejado aportar.
Pagina 58 - ... ca nom he pequeno conforto e remedio aos que som desto tocados saberem como os outros sentirom o que elles padecem, e ouverom comprida saude, porque huu dos seus principaes sentymentos he pensarem que outrem jamais nunca tal sentio que fosse tornado a seu boo stado em que antes era.
Pagina 61 - E confortos recebia tam poucos como aquel que, per enfermidade mortal dos 5 físicos desperado, recebe das pallavras que lhe dizem, ou que per justiça he julgado que logo moira, ca nom menos aquel temor, segundo entendia, era pera mym sempre lembrado e sentido.
Pagina 107 - hú cutelo na cinta solto». Assim o veriam os Infantes nas andanças do fim da longa guerra esmorecida em penosas negociações de paz com Castela, — mais desataviado na intensa vida caseira, de que Fernão Lopes e D. Duarte nos dão comoventes quadros. Luta braçal? «he manha pera husar grandes senhores, por que bem meu senhor elrrey, cuja alma deos aja, husou della muito bem...
Pagina 315 - Ihe comprazer. Por screver verdade, como tenho teençom, a meu boo poder, sempre fallar, todo esto nom era per todos igualmente guardado. Ca, segundo cada...
Pagina 132 - Ca bem visto he, graças a nosso senhor, como todollos moradores destes reynos em tempos dos muy virtuosos rex, meus senhores Padre...

Informazioni bibliografiche